Caso Hipotético

A Competição é baseada num caso hipotético escrito por especialistas do Sistema Interamericano de Direitos Humanos e reflete uma questão relevante atualmente debatida na região interamericana. O caso hipotético de 2018 irá focar no tema "Violência de Gênero e Direito Internacional dos Direitos Humanos," e será escrito por Julissa Mantilla Falcón , Professora da Pontificia Universidade Católica do Peru. O caso hipotético será publicado no dia 8 de dezembro de 2017. A biografia do autor encontra-se abaixo:

O caso hipotético de 2018 estará disponível aquí em 8 de dezembro de 2017!

JULISSA MANTILLA FALCÓN

Julissa Mantilla Falcón é advogada pela Faculdade de Direito da Pontificia Universidad Católica del Peru (PUCP). Ela recebeu um Diploma em Gênero da Faculdade de Ciências Sociais da PUCP e um Mestrado (LL.M.) da London School of Economics and Political Science (LSE), Londres em 2000. Palestrante na Academia de Direitos Humanos e Direito Humanitário da American University. Professora no Mestrado em Estudos de Gênero e no Mestrado em Direitos Humanos da Faculdade de Direito da PUCP. Membro do Grupo de Pesquisa sobre Direito, Gênero e Sexualidade (DEGESE) da PUCP. Ela foi Fellow do Banco Mundial, LSE e do Programa Fullbright. Palestrante convidada no Instituto Colombiano de Direitos Humanos, na Universidad de Deusto e na Universidad Uberoamericana de México, entre outros. É membro da Campanha Gqual. Ela era advogada da Defensoria Pública do Peru, realizando pesquisas sobre direitos reprodutivos, especialmente em casos de esterilização forçada em mulheres peruanas. Ela também foi responsável pelas questões de gênero na Comissão de Verdade e Reconciliação do Peru e da investigação de casos de violência sexual contra mulheres no conflito armado peruano. Ela foi a Assessora Especial Internacional em Justiça Transitória com Perspectiva de Gênero para a Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres (ONU Mulheres). Ela foi membro da Comissão de Política Criminal do Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos da Colômbia. Foi perito perante a Corte Interamericana de Direitos Humanos em questões de violência sexual em conflitos armados e estereótipos de gênero. Participou como perita perante tribunais peruanos em casos de violência sexual durante o conflito armado peruano. O seu trabalho como consultora e perita internacional inclui entidades como ONU Mulheres, a International Bar Association, Gire, o Institute for International Criminal Investigations (IICI), o ICTJ, entre outros. Ela é membro da Rede Latino-Americana de Acadêmicos de Direito (Red Alas), na qual lidera um grupo de pesquisa sobre a investigação de violações dos direitos humanos, reparações e perspectiva de gênero.

Temas anteriores trataram de:

  • Novos Desafios na Relação entre o Direito Internacional Humanitário e o Direito Internacional dos Direitos Humanos
  • Indústrias Extrativas e Direitos Humanos
  • Justiça Transicional, Direitos Humanos e Direito Internacional Humanitário
  • Pessoas com Deficiências e o Direito Internacional dos Direitos Humanos
  • Direitos das Lésbicas, Gays, Bissexuais, Trans e Intersex (LGBTI)
  • Estado de emergência
  • Liberdade de expressão
  • Discriminação sexual e estupro
  • Liberdade da imprensa
  • Direito a vida
  • Tortura
  • Direito a um julgamento justo
  • Sindicatos de trabalhadores
  • Direitos indígenas
  • Terrorismo
  • Meio ambiente e direitos humanos
  • Imigração
  • Libertade de expressão

Autores anteriores incluíram:

  • Advogados da Comissão Interamericana de Direitos Humanos
  • Um antigo Relator de Direitos Indígenas para a OEA
  • Líderes de ONGs eminentes

Para ler casos de Competição anteriores, por favor visite a página de Competições Anteriores e clique no nome do caso que gostaria de ler.

OEA & Informações Relacionadas à OEA

Sites de Pesquisa